Boletim da 267ª Sessão: “Uma Outra Mulher”, de Woody Allen, 1988


10-uma-outra-mulher

“Incrivelmente otimista, embora seja o filme mais amargo e intimista de Allen. É um conto singelo e poderosíssimo sobre uma mulher que chega a um ponto determinante da vida: o princípio do terceiro ato – analogia muito bem construída em meio às referências dramaturgicas constantes, que culminam na simbólica e maravilhosa seqüência do sonho -, quando finalmente percebe a caoticidade em que se transformou seu mundo particular.

A Outra pode ser considerado facilmente um dos filmes mais carregados já realizados. É angustiante, sufocante, uma experiência sadicamente claustrofóbica seguir os passos mortos daquela mulher solitária e insegura, que praticamente virou as costas para a sociedade – e, consequentemente, para a vida – ao perceber que o silêncio no qual se refugiava era simplesmente o grito de desespero que guardava bem ao fundo de sua garganta, enosado, incômodo e impotente. Talvez não exista nada mais cruel do que o momento em que a personagem de Mia Farrow descreve a protagonista para seu psiquiatra, enquanto ela, interpretada de forma indescritível por Gena Rowlands, engole tudo como se bebesse em uma só tragada uma taça cheia de vinho fermentado a ponto de ser considerado vinagre. E mesmo em meio a tanta dor, tanto penar, é admirável que o diretor consiga – proeza semelhante à de seu mestre, Ingmar Bergman, em sua obra-prima máxima, Gritos e Sussurros – concluir o filme de maneira tão bonita, concedendo à sua protagonista não a desejada redenção, mas uma injeção de esperança que a lembra de que ainda existem possibilidades de se transformar o futuro.”

 

https://multiplot.wordpress.com/2008/05/13/a-outra-woody-allen-1988/

FICHA TÉCNICA:

Título original:   “Another woman ‎‎”, EUA,1998

Realização: Woody Allen

Produção: Robert Greenhut

Argumento: Woody Allen

Fotografia: Sven Nykvist

Casting: Juliet Taylor

Montagem: Susan E. Morse

Duração: 84 minutos

FICHA ARTÍSTICA:

Gena Rowlands… Marion Post

Ian Holm… Ken

Mia Farrow… Hope

Blythe Danner… Lydia

Betty Buckley… Kathy

John Houseman… Pai de Marion

Sandy Dennis… Claire

Frances Conroy… Lynn

Philip Bosco… Sam

Martha Plimpton… Laura

Harris Yulin… Paul

Gene Hackman… Larry Lewis

David Ogden Stiers… Pai de Marion jovem

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: